Honneurs à la danse!

Foto
Emoção, energia e humor nas palavras de Carlson evocando a sua trajectória, da contestação dos anos 70 à poesia visual dançada com contornos ecológicos

Convidado em 2017 para o prestigioso cargo de secrétaire prepétuel da Académie des Beaux-Arts, Laurent Petitgirard, compositor e maestro, pôs como condição para aceitar que se criasse na Académie uma secção dedicada à Dança, que veio a ser fundada no ano seguinte com a designação de Nona Secção Chorégraphie. A Académie des Beaux Arts foi criada em 1816 no seio do Institut de France, que passou a tutelar diversas academias dedicadas a disciplinas artísticas, herdeiras de quantas foram instituídas no século XVII. Faltava porém a Dança, cuja história remonta a 1661 com a Académie Royale de Danse. Os quatro primeiros membros desta nova secção, escolhidos em 2020 pelos seus pares das restantes disciplinas, são: Bianca Li (Granada,1964), coreógrafa, bailarina e cineasta; Angelin Perljocaj (Sucy-en-Brie, 1957), coreógrafo, director da sua companhia; Thierry Malandrain (Petit-Quevilly, 1959) coreógrafo, director do Centre Chorégraphique National de Biarritz; Carolyn Carlson (Oakland, 1943), que se define como coreógrafa, poeta e desenhadora. Só dois anos depois, devido ao covid, foram “installés” na Académie.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários