Co-presidente dos Conservadores britânicos demite-se porque “alguém tem de assumir a responsabilidade”

Tories perdem dois deputados em eleições intercalares, mas Boris Johnson continua a recusar deixar a liderança. Oliver Dowden resolveu dar o exemplo ao primeiro-ministro britânico.

Foto
Oliver Dowden, o demissionário co-presidente dos conservadores SIMON DAWSON/Reuters

A liderança do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, sofreu novo golpe esta sexta-feira com a demissão de um dos co-presidentes do Partido Conservador, depois de os tories terem perdido as eleições para dois assentos parlamentares simbolicamente importantes.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários