Aos 88 anos, Danuza Leão morreu e deixou o Brasil “menos divertido”

Em Portugal, o nome da irmã, Nara Leão, é facilmente reconhecido. Mas, no Brasil, a jornalista, escritora e ex-modelo Danuza Leão era uma referência tão grande ou maior que a musa da bossa nova.

Foto
Danuza Leão fez carreira, nas décadas de 50 e 60, como modelo no Brasil e em França DR

Numa altura em que os valores conservadores vingavam, Danuza Leão (n. 1933, Itaguaçu) mostrou ao Brasil que a minissaia era uma tendência, depois de ter vivido em Paris, onde conseguiu trabalho com Jacques Fath, o francês que dava cartas na moda do pós-guerra ao lado de Christian Dior e Pierre Balmain. Aí se tornou uma das primeiras modelos brasileiras a desfilar no estrangeiro.

Sugerir correcção
Comentar