Sobre a noite passada: “Sou aquilo que fizeste de mim”, Obi-Wan Kenobi

A série Obi-Wan Kenobi chegou ao fim na quarta-feira na Disney+ e mostrou aos espectadores o que acontece quando obtêm exactamente o que pediram. Contém spoilers.

streaming,cultura,star-wars,disney,televisao,culturaipsilon,
Fotogaleria
Ewan McGregor regressou ao papel de Kenobi Disney
streaming,cultura,star-wars,disney,televisao,culturaipsilon,
Fotogaleria
streaming,cultura,star-wars,disney,televisao,culturaipsilon,
Fotogaleria
streaming,cultura,star-wars,disney,televisao,culturaipsilon,
Fotogaleria

“Ninguém precisava de Obi-Wan Kenobi”, escreve o site IndieWire na sua reacção ao sexto e último episódio da “série acontecimento” Star Wars que quarta-feira chegou ao fim. Não o escrevem no mau sentido — o decreto é até polissémico. Já pouco de “acontecimento” tem algo no mundo Star Wars, ou de franchises vizinhos como a Marvel, dada a abundância da oferta, mas quando esta vem recheada de “sentimentos”, parece valer a pena. Noutra frase, desta feita da própria série — “Sou aquilo que fizeste de mim”, diz Vader a Kenobi — os espectadores, ou melhor os fãs, vêem-se ao espelho no capacete cromado de Darth Vader. A insaciabilidade dá mais e mais Star Wars, e ou explora os cantos mais recônditos da galáxia ou volta exactamente aos sítios onde os fãs mais velhos ou mais novos foram felizes. Obi-Wan Kenobi é uma ponte entre planetas.

Sugerir correcção
Comentar