A China e o futuro

A estabilidade do regime deve-se fundamentalmente a um contrato paternalista há muito tacitamente estabelecido entre o Partido Comunista Chinês e a população: a docilidade política a troco da prosperidade económica.

Foto
EPA/JEROME FAVRE

Segundo o The Economist, o crescimento económico da China em 2022 será menor do que o previsto. Yu Jie, num podcast da Chatham House, diz que as projecções referentes ao terceiro e quarto trimestres do corrente ano não são de todo auspiciosas.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários