Milton Nascimento no adeus aos palcos: “Ainda tenho muita coisa pra realizar”

Lisboa, Castelo Branco, Porto e Évora recebem Milton Nascimento no seu anunciado adeus aos palcos, não à música. “É só o começo de uma nova fase”, diz ele ao PÚBLICO, em entrevista.

Foto
Milton no vídeo que anuncia a sua digressão mundial DR

Três anos depois de celebrar os sons do histórico Clube da Esquina no Coliseu dos Recreios de Lisboa, a 26 de Junho de 2019, Milton Nascimento volta à mesma sala para o primeiro concerto português da sua tournée de despedida dos palcos, a que chamou A Última Sessão de Música. Com 60 anos de carreira, 80 de vida, 43 discos e cinco Grammys, o cantor e compositor deu a esta sua digressão mundial um tom de fim de ciclo. Não para se retirar da música, como explica no vídeo que anuncia tal digressão, onde em quatro minutos recorda vivências e amizades, mas para iniciar “uma nova fase”. Em Portugal, actuou pela primeira vez em Abril de 1980, precisamente no Coliseu de Lisboa, voltando muitas vezes e alargando as actuações a outros palcos e cidades.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários