Os artistas são bons artistas

Filmado para marcar o aniversário da Companhia do Chapitô, um documentário sincero mas que apenas vale pelos registos das produções de palco da troupe.

Foto
Um documentário que não faz justiça à troupe que filma

Chegando às salas pouco após a estreia de Um Corpo que Dança, Os Grandes Criadores pode ser visto como o oposto do filme de Marco Martins: se naquele a história do Ballet Gulbenkian é usada como ponto de partida para falar de algo maior, este literalmente “fecha-se” sobre a história da Companhia do Chapitô, sem nunca sair fora da “caixa negra” do palco.

Sugerir correcção
Comentar