Faltam 92 anos até que os manuscritos da Future Library em Oslo possam ser lidos

Na biblioteca pública de Oslo abriu o Silent Room, onde estão guardados os manuscritos do projecto de arte pública da artista Katie Paterson. A escritora zimbabuana Tsitsi Dangarembga e o escritor norueguês Karl Ove Knausgård participaram na cerimónia, que mais uma vez aconteceu na floresta de Nordmarka.

Foto
Karl Ove Knausgård a entrar no Silent room Future library/MIND THE FILM

Três autores estavam convidados para entregar os seus manuscritos em mais uma cerimónia da Future Library, a biblioteca do futuro de Oslo. Este projecto de arte pública da artista britânica Katie Paterson teve o seu início em 2014, quando mil árvores foram plantadas na floresta de Nordmarka, arredores de Oslo, com o propósito de dali a 100 anos fornecerem o papel onde se imprimirão as obras dos 100 autores que farão parte do projecto até 2114.

Sugerir correcção
Comentar