Palestina em foco no regresso do FalaDura

As poetas Asmaa Azaizeh e Farah Chamma encabeçam o festival de spoken word, que após 19 anos de hiato se instala no Porto e em Braga, entre esta quinta-feira e domingo.

Foto
Farah Chamma representa uma geração sub-30 de poetas árabes que aposta numa poesia menos canónica e clássica, ancorada na palavra dita, cantada ou improvisada e com uma forte vertente politizada e identitária DR

Uma nova geração de poetas palestinianas, um espectáculo inédito de Capicua, uma banda de rock e spoken word, 14 jovens rappers portuenses que se juntam em palco, e a poesia a entrar, de surpresa, em cafés do Porto e de Braga. Estes são alguns destaques do FalaDura – Festival Internacional de Palavra Dita, que entre esta quinta-feira e domingo ocupa o Theatro Circo, em Braga, e o Coliseu do Porto, após um pré-arranque no passado dia 11 com um workshop de uma semana orientado por Ana Deus e Regina Guimarães.

Sugerir correcção
Comentar