Aberto 24 Horas, um “musical do submundo” em cena no Pérola Negra

A peça encenada por Jorge Pinto e escrita por Jacinto Lucas Pires chega esta quarta-feira ao lendário espaço noturno do Porto, onde fica em cena até 2 de Julho.

Foto
A peça estreada em Famalicão chega agora ao Porto Tiago Lopes

Ao som de uma moeda a girar, as portas de Aberto 24 horas escancaram-se ao público. No interior do bar encontramos a história de cinco indivíduos que fazem do balcão onde bebem uma trincheira e que afogam os desgostos da vida lá de fora em copos sucessivos. Dia após dia, as suas vidas vão se cruzando, sem exaltação. Até que a chegada de uma mulher – a quem mais se referem como “ela” do que pelo seu nome – lhes troca as voltas e transforma o seu mundo intransponível num verdadeiro caos.

Sugerir correcção
Comentar