Euribor a seis meses já está positiva e a 12 meses pode chegar a 1,2% até Dezembro

Subida das taxas de juro, inflação elevada e maior regulação no crédito à habitação deverá levar a que “orçamentos das famílias fiquem mais pressionados” e que “a procura de habitação arrefeça ligeiramente”, estima o BPI.

Foto
Subida de taxas acontece numa altura em muitas famílias estão muito endividades Leonhard Foeger

Chegou o dia da viragem numa das taxas mais utilizadas no conjunto do crédito à habitação existente em Portugal. A Euribor a seis atingiu esta segunda-feira um valor positivo, de 0,009%, o que acontece ao fim de quase sete anos a acumular valores negativos, que chegaram a -0,554%, em Dezembro de 2021. A consequência directa da progressão desta taxa e dos restantes prazos é a subida gradual das prestações do crédito, num contexto adverso para as famílias, tendo em conta a subida quase generalizada dos preços dos bens e serviços.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários