A democracia está mais “cara”: partidos e bancadas na AR custam 24 milhões por ano

Subvenções para o funcionamento dos partidos políticos, dos grupos parlamentares e campanha das legislativas somarão, no final dos quatro anos e meio da legislatura, pelo menos 116 milhões de euros.

Foto
Nuno Ferreira Santos

A subida da participação eleitoral nas legislativas de Janeiro fez com que aumentassem também os custos públicos com o financiamento dos partidos políticos. Num ano completo, o total das subvenções atribuídas aos partidos políticos aumenta pelo menos dois milhões de euros quando comparado com os valores médios da legislatura anterior (de Outubro de 2019 a Março de 2022): em 2023, a subvenção partidária pelos votos obtidos nas legislativas será de 16 milhões de euros, quando no ano passado essa subvenção estatal tinha sido de 14 milhões de euros (calculada pelo número de votos das legislativas de 2019).

Sugerir correcção
Ler 18 comentários