Alunos do básico continuam a fracassar na análise de textos e na resolução de problemas

Nova análise do Iave aos desempenhos das provas de aferição do 2.º, 5.º e 8.º ano de escolaridade dá conta de que fragilidades tendem a perpetuar-se.

Foto
A prova de Português e Estudo do Meio foi realizada por 17.550 alunos do 2.º ano de escolaridade Adriano Miranda

A maioria dos alunos do 2.º ano de escolaridade que, em 2021, realizaram a prova de aferição de Português e Estudo do Meio revelou que “consegue escrever uma história, respeitando o tema”, mas revela dificuldades em seleccionar a informação pertinente para o desenvolvimento do texto e na sua organização, segundo mostra um novo estudo do Instituto de Avaliação Educativa (Iave), responsável pela elaboração e classificação das provas, divulgado publicamente neste sábado.

Sugerir correcção
Ler 19 comentários