Banca arranca ano com dobro dos lucros e menos 3000 trabalhadores

O quadro de trabalhadores dos seis maiores bancos em Portugal diminuiu quase 10% face ao ano passado. A redução de custos, aliada ao crescimento da actividade comercial e a melhorias do lado operacional, está a impulsionar os lucros.

Foto
No ano passado, os trabalhadores do BCP e do Santander fizeram greve, em protesto contra os despedimentos nas duas instituições. LUSA/TIAGO PETINGA

Os seis maiores bancos a operar em Portugal fecharam o primeiro trimestre deste ano com resultados líquidos conjuntos superiores a 600 milhões de euros, valor que representa mais do dobro daquele que tinha sido alcançado há um ano. Esta melhoria é explicada pelo crescimento da actividade comercial, mas, também, pelo corte de custos operacionais, em particular os custos com pessoal, numa altura em que a banca está a finalizar planos de reestruturação profundos. No final de Março, estas instituições tinham reduzido a força de trabalho em quase 10% em relação ao ano passado, contando agora com quase menos três mil trabalhadores.

Sugerir correcção
Ler 13 comentários