Alterações na ciclovia da Almirante Reis levam a mudanças na circulação em Arroios e acabam com uma faixa bus

Largo do Mercado de Arroios e Rua Carlos Mardel terão inversão de circulação e nesta última rua são criados locais de estacionamento e retirada a faixa bus.

i-video

A alteração na ciclovia da lisboeta Av. Almirante Reis, cujas obras já começaram, vai obrigar a algumas alterações nos sentidos de circulação em alguns pontos da freguesia de Arroios, nomeadamente no largo do Mercado de Arroios.

Segundo os mapas da obra divulgados nesta sexta-feira no site da autarquia, a circulação no Mercado de Arroios, que actualmente se faz no sentido dos ponteiros do relógio vai ser invertido.

Foto
Mapa dos novos sentidos de circulação no Mercado de Arroios e Rua Carlos Mardel CML

Na Rua Carlos Mardel, junto ao mercado de Arroios, o sentido é igualmente invertido, são criados alguns pontos de estacionamento e é retirada a faixa bus. Segundo uma fonte da autarquia, aqui o sentido teve de ser invertido “porque os autocarros não conseguiam fazer a viragem para entrar na Rua Morais Soares”.

Até agora, o sentido na Carlos Mardel fazia-se no sentido entre a Morais Soares e a Alameda mas no primeiro troço, ou seja, entre a Morais Soares e o Mercado de Arroios, havia uma faixa bus que circulava em sentido contrário aos carros. Esta faixa é agora suprimida e substituída por estacionamento em espinha, tal como existe no outro troço da rua, depois do mercado. Os autocarros continuam assim a circular no mesmo sentido em que já circulavam mas já sem faixa dedicada e os automóveis passam a dirigir-se também na mesma direcção, na mesma faixa de rodagem.

Os representantes do PS na câmara já reclamaram. “A CML apresentou, finalmente, o projecto da ciclovia da Almirante Reis. Moedas acaba com um corredor bus, na Rua Carlos Mardel, para garantir 27 lugares de estacionamento. De nada serve ter transportes gratuitos se depois se destrói a capacidade de serem rápidos e eficientes”, escreveram na sua conta na rede social Twitter.

A Rua Eduardo Brasão e a Rua Ferreira da Silva, que ligam o mercado de Arroios à Almirante Reis, também mudam de sentido.

As obras para alterar a ciclovia começaram na noite de quarta-feira. O objectivo do presidente da autarquia, Carlos Moedas, é retirar a ciclovia do lado direito da avenida, ou seja, do sentido ascendente, em direcção ao Areeiro, deixando apenas uma faixa dedicada para os ciclistas no lado esquerdo com dois sentidos de circulação.

Na noite de quarta-feira, em reunião de câmara, os representantes do BE protestaram pelo avanço da obra quando eles estavam a anunciar a apresentação de um projecto para ouvir a população.

Moedas respondeu no dia seguinte, afirmando que a obra já estava anunciada há mais de um mês e que a autarquia “já tinha ouvido mais de 600 pessoas”. Anunciou ainda que se a proposta do BE para ouvir a população avançar votará contra.

Sugerir correcção
Ler 11 comentários