Com um suspiro de Kelly Reichardt encerra a 75.ª edição de Cannes

Boa forma final mostrou a competição do festival. Encarregaram-se disso Un Petit Frère, da francesa Léonor Serraille, e Showing Up, da americana Kelly Reichardt.

Foto
Michelle Williams em Showing Up, de Kelly Reichardt

A boa forma dos últimos dias na competição —​ Leila's Brothers, de Saeed Roustayi, Stars at Noon, de Claire Denis, Pacifiction, de Albert Serra, e mesmo Broker, de Hirokazu Kore-eda ou Close, de Lukas Dhont — tiveram o respeito do momento derradeiro da 75.ª edição do Festival de Cannes, com a exibição de Un Petit Frère, da francesa Léonor Serraille, e Showing Up, da americana Kelly Reichardt.

Sugerir correcção
Comentar