Moreira da Silva: “Com a solução de Luís Montenegro o PSD fica mais pequeno”

Jorge Moreira da Silva, candidato à liderança do PSD, diz que o partido “não está a eleger um director de marketing” e que não aceita uma campanha de um “certo feudalismo”. Em entrevista ao programa Hora da Verdade, do PÚBLICO e da Rádio Renascença, o ex-ministro classifica como “excelente” o trabalho de Paulo Mota Pinto na liderança da bancada parlamentar.

Foto
Jorge Moreira da Silva em entrevista ao programa Hora da Verdade Daniel Rocha

Foi líder da JSD, eurodeputado, secretário de Estado e, mais tarde, ministro do Ambiente do Governo de Passos Coelho. Foi consultor de Cavaco Silva para a área da ciência e do ambiente. Deixou de ser director para a Cooperação e Desenvolvimento da OCDE para ser candidato à liderança do PSD. Jorge Moreira da Silva diz que está na política há 33 anos e faz questão de sublinhar a natureza mais executiva do seu currículo. Já Luís Montenegro, o seu adversário nas directas do próximo sábado, tem um “perfil mais parlamentar, de comunicação”.

Sugerir correcção
Ler 20 comentários