Portugal bate Espanha rumo às meias-finais do Euro de Sub-17

Selecção lusa triunfou por 1-2, tendo estado sempre no comando de uma partida que soube gerir sem problemas de maior.

Foto
RamiGridishPhoto�

A selecção de sub-17 portuguesa superou (1-2), esta quinta-feira, no Netanya Stadium, a congénere de Espanha e encara, no domingo, a França nas meias-finais do Campeonato da Europa da categoria, cuja fase final decorre em Israel.

No estádio “diamante” - casa do Maccabi Netanya e do Hapoel Hadera -, Portugal marcou primeiro por Afonso Moreira (9 minutos), numa antecipação a aproveitar um passe errado de Boñar, respondendo, assim, da melhor forma, à entrada decidida dos espanhóis, vencedores do Grupo C e campeões europeus em 2017, na Croácia.

Vantagem que a equipa orientada por José Lima não conservou durante muito tempo, permitindo o empate, alcançado por Boñar (17'), a redimir-se do lance que originou o 0-1. Os espanhóis marcaram na sequência de um canto, com a bola a acabar no fundo das redes depois do cabeceamento do “capitão” espanhol.

O jogo foi empatado para o intervalo, com Portugal e regressar mais perigoso, a ameaçar marcar por José Rodrigues, que aproveitou a saída do guarda-redes para fazer um desvio subtil que o poste devolveu (54').

O seleccionador espanhol tentou rectificar, com uma dupla substituição, mas Portugal acabou mesmo por recuperar o comando na sequência de um penálti (63') (a punir mão de Gasiorowski) convertido por José Rodrigues.

A selecção espanhola ainda tentou reagir e surpreender Diogo Fernandes, mas o remate de Fortuny não levou a direcção da baliza.

Portugal passou a gerir o jogo, na expectativa, com a Espanha a aproveitar os últimos minutos para aumentar a pressão e criar alguns constrangimentos à defesa lusa, que resistiu, garantindo a presença na meia-final, acabando mesmo o encontro a desperdiçar o terceiro golo.

Países Baixos e Sérvia defrontam-se na outra meia-final, depois de terem garantido o apuramento com triunfos sobre a Itália (2-1) e a Dinamarca (2-1), respectivamente. Os Países Baixos (campeões em 2018 e 2019) continuam imparáveis depois de terem assegurado o primeiro lugar do Grupo B, só com triunfos, à frente dos franceses. Os sérvios foram segundos no Grupo C, atrás da Espanha, e afastaram nos “quartos” os dinamarqueses, primeiros do Grupo D, de Portugal.

Sugerir correcção
Comentar