O senhor que se segue é Saeed Roustayi: a nova conexão iraniana

Uma nova geração do cinema persa chega-se à frente em Cannes. Com o seu (velho) tom obsessivo. O fluxo dos diálogos coreografa a implosão de uma família que tenta sair do buraco em Leila’s Brothers.

Foto
Leila's Brothers: uma filha desafia os equilíbrios familiares DR

Saeed Roustayi é o iraniano que se segue na competição da 75.ª edição de Cannes. Chega depois de Ali Abassi – que na verdade é um sueco de origem iraniana –, de quem já vimos Holy Spider, uma espécie de thriller a disfarçar o gesto de investigação social que é parte orgânica do cinema iraniano. Abassi ganhara anteriormente o prémio Un Certain Regard em 2018, com Na Fronteira.

Sugerir correcção
Comentar