Estado denuncia protocolo com Berardo e anuncia compra da Colecção Ellipse para um museu de arte contemporânea no CCB

O Ministério da Cultura vai criar no Módulo 3 do CCB o museu de arte contemporânea que consta do programa de Governo. Nele estarão peças da Colecção de Arte do Estado e do acervo que pertenceu à esfera do extinto BPP. O destino da colecção do empresário madeirense está agora nas mãos dos tribunais.

Foto
Empresário José Berardo está envolvido em vários processos judiciais Nuno Ferreira Santos

O ministro da Cultura, Pedro Adão e Silva, foi nesta quinta-feira ao Centro Cultural de Belém (CCB) anunciar que o Estado denunciou o acordo que em 2016 renovou com o empresário madeirense José Berardo para a exposição da sua colecção de arte moderna e contemporânea naquele que é um dos principais pólos culturais de Lisboa.

Sugerir correcção
Ler 16 comentários