Querem licença menstrual ou querem igualdade salarial? Ambas não dá

Uma licença menstrual é deitar às urtigas toda a luta das últimas décadas pela igualdade efetiva de oportunidades no mercado de trabalho e pela igualdade salarial.

É comum por cá, dada a má qualidade da discussão ideológica. Num qualquer país acontece algo que põe certo tema na luz mediática e, de súbito, temos as redes sociais e, pior, os políticos portugueses – que não haviam dedicado ao assunto um quarto de minuto das suas cogitações nos últimos cinco anos – tratando o dito tema como incontornável e urgente. Foi o que sucedeu com a aprovação da licença menstrual em Espanha. Espanha já tem? Então, de um segundo para o outro, a licença menstrual torna-se um direito humano fundamental.

Sugerir correcção
Ler 57 comentários