Sem nomear a Rússia ou a China, Quad defende “integridade territorial” da Ucrânia e pede Indo-Pacífico “livre e aberto”

Comunicado conjunto dos líderes de EUA, Japão, Índia e Austrália, que se reuniram em Tóquio, parece fazer uma concessão à posição neutral indiana sobre a invasão russa. Biden esclarece que não há alterações à “ambiguidade estratégica” sobre Taiwan.

Foto
Anthony Albanese (primeiro-ministro da Austrália), Joe Biden (Presidente dos EUA), Fumio Kishida (primeiro-ministro do Japão) e Narendra Modi (primeiro-ministro da Índia) reuniram-se em Tóquio Reuters/POOL

Reunidos esta terça-feira em Tóquio, os chefes dos Governos dos países que compõem o Diálogo de Segurança Quadrilateral (Quad) – Estados Unidos, Japão, Índia e Austrália – garantiram unidade na defesa da “soberania e da integridade territorial” dos Estados e na condenação de “qualquer tentativa unilateral de alteração do statu quo”, referindo-se ao conflito na Ucrânia; e defenderam um Indo-Pacífico “livre e aberto”, com “liberdade de navegação e de sobrevoo”, citando os “desafios” existentes nos mares do Leste asiático.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários