Divulgação de documentos secretos chineses expõe violação de direitos humanos contra a comunidade uigur

“Escolas de reeducação” na região de Xinjiang albergam milhares de uigures e submetem-nos detenções intensas, a trabalhos forçados, a tortura física e psicológica e a esterilização coagida.

Foto
Protesto contra o tratamento da China aos uigures fora do Departamento de Estado dos EUA, em Washington Reuters/LEAH MILLIS

Dezenas de milhares de arquivos policiais, fotografias e documentos oficiais de altos funcionários do Partido Comunista da China (PCC) chegaram às mãos da BBC e de outros meios de comunicação internacionais, que confirmaram a sua autenticidade e que os divulgaram esta terça-feira, oferecendo uma prova da magnitude do sistema prisional estabelecido por Pequim e do tratamento desumano imposto à minoria religiosa uigur, na região de Xinjiang.

Sugerir correcção
Ler 6 comentários