Varíola-dos macacos: ECDC admite vacinação de contactos de alto risco com infectados

A nota emitida esta quinta-feira recomenda isolamento de casos suspeitos e admite a possibilidade de utilizar a vacina contra a varíola, se disponível, em casos de contacto de alto risco. Há já 33 casos confirmados em Portugal, Espanha, Estados Unidos, Itália, Reino Unido e Suécia - e casos suspeitos em França e Canadá. A DGS está a estudar “a melhor estratégia de controlo deste surto.”

Foto
Neste momento, não existem informações sobre as reservas de vacinas contra a varíola em Portugal Nelson Garrido

O Centro Europeu de Controlo de Doenças Europeu (ECDC, na sigla em inglês) recomendou esta quinta-feira o isolamento de todos os casos suspeitos de varíola-dos-macacos e admitiu a possibilidade de utilizar a vacina contra a varíola em todos os contactos de alto risco. Perante os mais de 30 casos confirmados em Portugal, Espanha, Itália, Suécia e Reino Unido, a entidade europeia alerta ainda para a possibilidade de tratar casos de doença severa com antivirais.

Sugerir correcção
Ler 3 comentários