É preciso ouvir as crianças para criar cidades com menos vedações nos jardins e na sociedade

O projecto CRiCity olhou para as transformações que têm ocorrido na forma como as crianças vêem a cidade. As conclusões reforçam a ideia da urgência de se esbaterem desigualdades urbanas e de se pensar a cidade não só para as crianças mas com as crianças.

Foto
Resgatar a cafetaria do parque urbano da Pasteleira permitiria juntar gerações em torno deste espaço verde, entendem os investigadores. ADRIANO MIRANDA

Colocar os decisores a ouvir o que as crianças têm a dizer sobre a cidade, nomeadamente sobre o brincar no espaço público, é uma das recomendações dos investigadores envolvidos no projecto “As crianças e o seu direito à cidade: Combater a desigualdade urbana através do desenho participativo de cidades amigas das crianças”, que arrancou em 2018 e termina a 30 de Maio. Promover o combate às desigualdades urbanas que impactam nas crianças e no seu direito a usufruir da cidade é outra.

Sugerir correcção
Comentar