Ao optimismo de Bruxelas, FMI responde com alertas para os riscos

Estará o copo meio cheio ou meio vazio? Para a Comissão Europeia, Portugal terá o crescimento mais alto e a inflação mais baixa da UE este ano. Para o FMI, o cenário está ainda fortemente ensombrado pela guerra na Ucrânia.

Foto
Paolo Gentiloni, comissário europeu para a Economia EPA/STEPHANIE LECOCQ

Sugerir correcção
Ler 2 comentários