Moedas em Lisboa inspira PSD para uma frente de centro-direita no Porto

Sociais-democratas cavalgam novo ciclo político que se abre com a saída de Rui Moreira e apostam no “desgaste de 10 anos de Governo” para vencer a segunda autarquia do país em 2025.

Foto
Rui Moreira está no último mandato à frente da Câmara do Porto. A vitória de Moedas em Lisboa serve de inspiração ao PSD Nelson Garrido

Um pouco à boleia da surpresa chamada Carlos Moedas na Câmara de Lisboa, em 2021, que fez sombra à própria vitória autárquica nacional do PS, os sociais-democratas acreditam que o partido pode reconquistar a presidência da Câmara do Porto daqui por três anos, desde que aposte numa proposta reformadora da cidade. “Para o PSD, reconquistar a Câmara do Porto em 2025 será um cenário esperado, pois há uma mudança de ciclo político que pode ser capitalizada,” vaticina Vladimiro Feliz, que foi o rosto da candidatura do partido ao Porto em 2021.

Sugerir correcção
Comentar