O PÚBLICO e a cobertura da guerra

Um jornal verdadeiramente independente é tributário apenas dos seus leitores e dos seus anunciantes.

Vários leitores dirigiram-se ao provedor para protestar contra a “continuada ausência de repórteres do PÚBLICO na guerra da Ucrânia”. Consideram eles que se trata de uma “falha imperdoável num jornal diário de referência” e até de uma “traição à sua história editorial”.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários