O Reino Desunido de Boris Johnson

Vitória eleitoral histórica dos republicanos irlandeses e reforço da representação local dos independentistas escoceses reacendem debate sobre a integridade territorial do Reino Unido. Governo britânico prepara-se para novo braço-de-ferro com UE por causa do protocolo irlandês.

Foto
Manifestação anti-"Brexit" em frente ao Parlamento de Westminster, em Londres ANDY RAIN/EPA

Primeiro a pandemia, depois a crise económica e agora a guerra. Tudo isto aconteceu desde o dia em que o Reino Unido oficializou a saída da União Europeia, a 31 de Janeiro de 2020. Como tantos outros debates e processos políticos em curso, também o “despertar de uma nova era”, anunciado nesse dia, por Boris Johnson, ignorando os avisos sobre os efeitos desestabilizadores do “Brexit” na integridade territorial e constitucional do país, foram colocados em segundo ou em terceiro plano no espaço mediático, e até na lista de prioridades do Governo britânico.

Sugerir correcção
Ler 3 comentários