Entrada de Finlândia e Suécia na NATO ameaçada pela recusa turca

Presidente da Turquia diz que os dois países são “albergues de terroristas”. Relatório do Parlamento sueco recomenda a adesão. Russos retaliam deixando de exportar electricidade para a Finlândia.

Foto
O Presidente turco não está receptivo à entrada de Finlândia e Suécia na NATO MURAT CETINMUHURDAR/PPO/Reuters

O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, mostrou esta sexta-feira a sua oposição à entrada de Finlândia e Suécia na NATO. “Estamos a acompanhar os desenvolvimentos relativos à Suécia e Finlândia, mas não temos uma opinião positiva”, disse o chefe de Estado turco que não vê com bons olhos a entrada de dois países que são “albergues para organizações terroristas”. Daí que, neste momento, “não é possível” que a Turquia seja a favor da sua entrada na Aliança Atlântica.

Sugerir correcção
Ler 9 comentários