Praias boas? Para o The Guardian estão pela Zambujeira, Sesimbra, Santa Cruz, Algarve...

O influente jornal britânico aponta 40 “das melhores praias da Europa” e cinco delas são portuguesas. Uma lista que funciona como bússola para o que aí vem...

media,verao,alentejo,setubal,turismo,praias,
Fotogaleria
Zambujeira do Mar (Odemira), Costa Alentejana Luís J. Santos
media,verao,alentejo,setubal,turismo,praias,
Fotogaleria
Vista aérea: Cacela Velha, Fábrica DR/CM VRSA
media,verao,alentejo,setubal,turismo,praias,
Fotogaleria
Praia dos Caneiros (Ferragudo, Lagoa) CM Lagoa
media,verao,alentejo,setubal,turismo,praias,
Fotogaleria
Praia das Bicas CM Sesimbra
DCIM\100MEDIA\DJI_0029.JPG�
Fotogaleria
Praia da Física, Santa Cruz CM Torres Vedras

Os mais recentes números da European Travel Comission indicam que 82% dos britânicos querem viajar nos próximos meses e que mais de metade destes o pretendem fazer para outros países, com o óbvio clássico sol & praia como mote maior (34%) e Portugal como quinto país mais desejado (Espanha, França, Grécia e Itália à frente). A nova lista viral do jornal The Guardian parece mesmo à medida destas intenções britânicas: junta 40 “das melhores praias europeias” ao gosto dos seus leitores domésticos e, entre elas, cinco surpresas portuguesas.

Entre areais de sonho pelas ilhas gregas, pelas costas espanhola e italiana e francesa, pela Croácia ou Albânia, até (uma) pela Alemanha (Sellin, Rügen), o jornal aponta os seus leitores para destinos portugueses e não é de admirar que os influencie — todos sabemos o impacto destas festivas e fotogénicas listas de praias. Outra mais-valia: é sempre divertido o passatempo de descobrir nestes textos as gralhas e distracções, umas mais engraçadas, outras mais irritantes.

A praia de Cacela Velha é a primeira do Algarve (Vila Real de Santo António) a surgir na tabela: destaca-se que fica num “Algarve intocado, onde as oliveiras são em maior número do que as pessoas”, e dizem “é uma das praias mais bonitas e não visitadas de Portugal (sem nenhum bar)”. É tudo muito relativo, mas referem-se as casinhas de pescadores caiadas de branco, o antigo forte, a ria Formosa, “as suas areias douradas”, a água “quente e translúcida, as poças e lagoas de maré baixa a revelarem a vida marinha”.

Ainda no Algarve, destaca-se a famosa “Praia de Canieros, Ferragudo” (Lagoa) — tem graça, mas todos erramos (já enviámos sugestão de correcção, como bons leitores). Da praia dos Caneiros, diz-se que é uma “praia calma”, “uma das preferidas” dos conhecedores locais, “águas cintilantes e pouco profundas”. Destaca o bar de praia, o Rei das Praias ou as “falésias de pedra calcária cor de mel que correm ao longo de toda a costa algarvia”

Ainda a sul, a “lovely” praia da Zambujeira (Odemira), que aqui surge com dois erros. O primeiro é comum, mesmo em Portugal, de que fica na Costa Vicentina (lição 1: só existe Costa Vicentina no Algarve; a partir de Odeceixe - até à praia, melhor dizendo, ribeira de Odeceixe é costa alentejana, oficialmente, em matéria de parque natural, Sudoeste Alentejano). O segundo, é erro para inglês cometer: é mapada no Alentejano, em vez de no Alentejo. Com um pôr-do-sol a iluminar a praia, diz-se “esta encantadora praia é rodeada por altas falésias de basalto com vistas de tirar o fôlego para o oceano”. Condições “ideais para a prática de surf e body boarding” (realce: tem de facto um núcleo de body boarding local), ondas poderosas (que as há as há) e os “pores-do-sol são maravilhosos” (assinamos por baixo). Referências à Rota Vicentina e ao “enorme” festival do Sudoeste (que volta este ano) estão incluídas, e realça-se que, Agosto Sudoeste à parte, no resto do ano é frequentada “principalmente pelos residentes” (tem dias).

O top 5 português completa-se com a Praia das Bicas, Sesimbra, na “região de Setúbal, adorada pelos portugueses pelos seus vinhos, assim como pela sua costa”. Sublinha-se a Arrábida e a “vasta extensão de areia fina dourada a que se chega via uma longa escadaria que desce das falésias”. “Virada para oeste está exposta ao vento” é “popular entre os surfistas”, diz-se — realmente, está voltada a ocidente e “mais exposta aos ventos norte e oeste”, como melhor explica a Câmara de Sesimbra. Surf e bodyboard, naturalmente. Fica a sul da praia do Moinho de Baixo, perto do Parque de Campismo Campimeco.

O derradeiro destaque é à praia da Física, em Santa Cruz, Torres Vedras. Refere-se que fica na Costa de Prata (se já não ouvia esta referência há algum tempo, recordamos que a designação vai de Aveiro a Torres), pelo “intenso reflexo da luz no mar”. Santa Cruz é “favorita dos residentes” e “engloba várias praias magníficas”. Uma delas, a da Física. Destaca-se o surf e a sua escola, o restaurante Noé, e o prazer de preguiçar só a admirar as vistas: “aqui é a natureza no seu melhor”. De lembrar que a Praia da Física fica no centro de Santa Cruz, as vistas são de truz incluindo para o Penedo do Guincho.

A lista de 40 praias do The Guardian pode ser consultada aqui.

Sugerir correcção
Ler 3 comentários