Agressão a professora grávida vale nove meses de prisão com pena suspensa e multa de 330 euros

Caso remonta a Dezembro de 2019. Mãe que agrediu a professora foi condenada por um crime de ofensa à integridade física qualificada e outro crime de injúria agravado.

Foto
Julgamento decorreu no Campus da Justiça, em Lisboa. Nuno Ferreira Santos

A mãe do aluno que agrediu uma professora grávida de seis semanas, na Escola Básica Professor Agostinho da Silva, foi condenada esta quarta-feira pelo Juízo Local Criminal de Lisboa a nove meses de prisão, com pena suspensa por um ano, por um crime de ofensa à integridade física qualificada. A juíza determinou ainda o pagamento de uma multa de 330 euros por outro crime de injúria agravado e uma indemnização de mil euros à professora.

Sugerir correcção
Ler 5 comentários