O clássico mainstream de Sofiane Pamart levantou o Theatro Circo três vezes

O pianista francês fechou a primeira noite do ciclo de piano RESPIRA!, por onde também passou a sua conterrânea Christine Ott para uma actuação que não foi além do competente, numa edição em que Diamanda Galás levou o Inferno até Braga.

concertos,piano,jazz,culturaipsilon,musica,braga,
Fotogaleria
Pianista francês Sofiane Pamart cortesia festival respira!/theatro circo de braga
concertos,piano,jazz,culturaipsilon,musica,braga,
Fotogaleria
Pianista francês Sofiane Pamart cortesia festival respira!/theatro circo de braga

O pianista Sofiane Pamart ainda só tinha posto um pé no palco e já estava a ser ovacionado pelo público sentado na plateia do Theatro Circo, em Braga, que até este sábado recebe o ciclo de piano RESPIRA!, dois anos depois de um hiato forçado pela pandemia. Vestido com um casaco longo à laia de kimono e óculos escuros a esconder os olhos, o músico francês sentou-se frente ao instrumento que aprendeu a tocar desde tenra idade já com a audiência na mão. Dali para a frente teria de conservar essa vantagem. Para garantir que assim aconteceria teria de sacar do seu trunfo mais valioso — o virtuosismo dos seus dedos ao encontrarem as teclas.

Sugerir correcção
Comentar