Abandonados, a nova série da RTP fala de um Portugal invadido pelo Japão

Produção de sete episódios recorda a ocupação japonesa de Timor-Leste durante a II Guerra Mundial, inspirada no Diário do Tenente Pires. Deverá estrear na RTP1 até final do ano.

televisao,culturaipsilon,portugal,timorleste,australia,japao,
Fotogaleria
Série terá sete episódios e é inspirada no "Diário do Tenente Pires" nuno marvão
televisao,culturaipsilon,portugal,timorleste,australia,japao,
Fotogaleria
Filmagens decorreram na Madeira enre Março e Maio de 2022 nuno marvão
televisao,culturaipsilon,portugal,timorleste,australia,japao,
Fotogaleria
nuno marvão

É uma espécie de marca d’água que atravessa o trabalho de Francisco Manso atrás das câmaras. O realizador de O testamento do senhor Nepomuceno (1997), O último condenado à morte (2009), Assalto ao Santa Maria (2010), O Cônsul de Bordéus (2011) e O nosso cônsul em Havana (2019), procura recuperar episódios da história – “nem sempre tão conhecidos” – para mostrar ao público portugueses que se superaram. Que foram extraordinários. “Gosto de histórias que falem de dignidade, de valores. Não é uma cruzada minha, mas temos tantos episódios de grande coragem na nossa história. De decência. Por que não contá-los?”, diz ao PÚBLICO o realizador e produtor de 73 anos. Foi o que esteve a fazer até início de Maio na Madeira, onde filmou Abandonados, uma série de sete episódios que será exibida ainda este ano na RTP1 “sobre essa coisa terrível que se abateu sobre Timor-Leste” – refere-se à invasão japonesa durante a II Guerra Mundial.

Sugerir correcção
Comentar