Costa tranquilizou diplomatas sobre passagem dos Assuntos Europeus para o seu gabinete

Diplomatas querem ver como é que a mudança dos Assuntos Europeus vai ficar definida na lei orgânica do Governo. Há decepção, dúvidas e pragmatismo: há mais de dez anos que é o primeiro-ministro que se senta, sozinho, no Conselho Europeu.

Foto
No novo Governo, o primeiro-ministro passou a tutelar os Assuntos Europeus LUSA/MIGUEL A. LOPES

Pouco depois de anunciar que o secretário de Estado dos Assuntos Europeus passa a estar sob “dependência directa” do primeiro-ministro — e não do chefe da diplomacia —, António Costa explicou a mudança a um grupo de altos quadros do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE), durante um almoço de trabalho.

Sugerir correcção
Comentar