Sim, Senhor Comediante

Qualquer “verdade” política terá sempre letra minúscula e será sempre, por definição, selectiva: demasiadas coisas são verdades para que alguém as consiga dizer todas.

A primeira entrada da IMDB para Sluga Naroda (ou O Servo do Povo) na secção “Curiosidades” informa apenas que aquela “é a única série ficcional a chegar ao fim por se ter tornado realidade” e, mesmo sem um cabal e rigoroso apuramento da situação por entidades independentes, não há grandes motivos para duvidar. O trânsito directo entre os respectivos ecrãs do entretenimento e da política já produzira alguns antecedentes, mas nada tão espectacularmente literal.

Sugerir correcção
Ler 3 comentários