Abramovich é membro e financiador da organização russa que o certificou como sefardita português

Multimilionário lidera conselho de administração da Federação das Comunidades Judaicas da Rússia, presidida pelo amigo rabino Alexander Boroda, que garantiu as suas ascendências sefarditas portuguesas. Um documento fundamental para a sua naturalização como cidadão português e da União Europeia.

Foto
Roman Abramovich doou quase 500 milhões de euros a organizações judaicas mundiais Reuters/STRINGER

Uma aparição pública de Roman Abramovich é invariavelmente alvo de atenção mediática em qualquer lugar do mundo e um almoço discreto no aclamado restaurante kosher Basil Pizza & Wine Bar, em Brooklyn, Nova Iorque, a 6 de Maio de 2013, não escapou a um blogue de informação local. O dono do Chelsea estava acompanhado pelo amigo Alexander Boroda, o rabino que sete anos depois atestou as suas origens sefarditas, fundamentais para a sua naturalização como português em 2021.

Sugerir correcção
Ler 101 comentários