Um advogado, um economista e um político não entram num bar

De acordo com o Banco de Portugal, 40% das micro e pequenas empresas já vivia no vermelho em 2019 - aquilo que o Excel sentencia como empresas “inviáveis”.

Um advogado, um economista e um político entram numa casa de chá. Recebem à mesa um pequeno empresário do calçado, com a “corda ao pescoço”. Em default, diz o economista. Inadimplente, o advogado. Falido, avança o político que, se alguma vez se cruzou com uma lei de insolvência, foi há mais de vinte anos, quando ainda se “dizia assim”.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários