Ricardo Araújo Pereira: o estalo de Will Smith foi o “momento perfeito para perceber a diferença entre comédia e agressão”

“Vivemos num tempo em que muita gente entende que palavras são equivalentes a violência física”, diz o humorista ao PÚBLICO, criticando a reacção da Academia de Hollywood e dos media.

Foto
Ricardo Araújo Pereira Rui Gaudêncio

Ricardo Araújo Pereira considera que o momento actual de questionamento sobre os limites do humor tornou a violência física secundária no caso da bofetada de Will Smith a Chris Rock. Um dos mais reputados humoristas portugueses lamenta as reacções complacentes e crê mesmo que o episódio “não foi suficientemente pedagógico”.

Sugerir correcção
Ler 103 comentários