Café Kwanza: do Barreiro para a RTP África

A sitcom da RTP África criada por Matamba Joaquim tem estreia marcada para este sábado, às 21h.

cultura,teatro-griot,barreiro,televisao,teatro,culturaipsilon,
Fotogaleria
Nova série, criada por Matamba Joaquim, tem sete episódios: Daniel Martinho no papel de Ti-Chico, Manuela Paulo no papel de Lola cortesia rtp
cultura,teatro-griot,barreiro,televisao,teatro,culturaipsilon,
Fotogaleria
A sitcom vai buscar algumas referências "à comédia britânica" cortesia rtp

Café Kwanza, a sitcom criada por Matamba Joaquim que se estreia este sábado, às 21h, na RTP África, nasce de O Bar do Ti-Chico, um episódio-piloto de 2011 centrado em Ti-Chico, um ex-militar dono de um bar em Luanda. “É um projecto muito querido que ainda não conseguimos concretizar, talvez um dia”, explica ao PÚBLICO o criador, que é mais conhecido como actor de teatro, televisão e filmes como Comboio de Sal e Açúcar, de Licínio Azevedo, Um Animal Amarelo, de Felipe Bragança, ou Stefan Zweig - Adeus, Europa​, de Maria Schrader. Agora tornado argumentista, “ainda a aprender”, como descreve, fala a partir de São Tomé e Príncipe, onde está em rodagens. “Recentemente, decidimos criar o Café Kwanza, numa lógica colada a esse projecto, só que desta vez pensámos na cultura urbana portuguesa que não aparece de forma ‘normal’ na televisão.”

Sugerir correcção
Ler 2 comentários