Ministra garante que a administração eleitoral é “alheia” à anulação dos votos dos emigrantes

Desta vez, só deverão chegar cem mil votos dos 926 mil eleitores emigrantes na Europa. Van Dunem foi chamada ao Parlamento para explicar processo de apuramento dos votos dos círculos da emigração que levaram à repetição da eleição na Europa.

Foto
A ministra da Administração Interna esteve esta quarta-feira no Parlamento LUSA/TIAGO PETINGA

O Governo estima que a repetição das eleições no círculo da Europa leve a que a participação volte a cair e só deva votar cerca de metade dos eleitores que o fizeram em Janeiro. Comparando com o mesmo período em Janeiro, neste momento foram recebidos menos 43% dos envelopes, o que leva a ministra Francisca Van Dunem a estimar que até ao próximo dia 23, o último para a recepção dos boletins, a participação será de 50% em relação à primeira eleição, ou seja, deverá rondar os cem mil votos (de um universo eleitoral de 926 mil eleitores).

Sugerir correcção
Ler 2 comentários