Morreu Jorge Silva Melo, um dos pais fundadores do teatro contemporâneo português

A morte do fundador do Teatro da Cornucópia e dos Artistas Unidos, companhia que continuava a dirigir, foi confirmada esta noite pela Casa do Artista. Encenador, cineasta, intelectual omnívoro, era uma figura crucial da cultura portuguesa. Tinha 73 anos.

Foto
rui gaudêncio

Fundador, com Luis Miguel Cintra, do Teatro da Cornucópia, pai dos ainda activos Artistas Unidos, cineasta, escritor, crítico, dramaturgo, editor, tradutor, cronista: Jorge Silva Melo, figura crucial da cultura portuguesa, morreu esta noite, aos 73 anos, confirmou a companhia a que estava umbilicalmente ligado. Encontrava-se internado no Hospital da Luz, em Lisboa, com cancro. Preparava-se para estrear, no próximo dia 23, uma encenação de Vida de Artistas, de Noël Coward, que deveria ficar até 10 de Abril no Teatro Municipal São Luiz.

Sugerir correcção
Ler 16 comentários