Alice nos dois lados do espelho

A invenção de “James Tiptree, Jr.” não consistiu na mera adopção de um pseudónimo por expediente administrativo; foi também um acto deliberado de personificação.

Numa carta de 1970, o escritor James Tiptree, Jr. fez a seguinte confissão: “Sinto que tenho o que todas as crianças desejam: uma vida realmente secreta. Não é um segredo oficial, não é um daqueles segredos passa-o-teste-do-polígrafo-e-trinca-a-cápsula-de-cianeto-se-fores-apanhado, mas é o MEU segredo.”

Sugerir correcção
Ler 2 comentários