Pandemia atrasou em 30 anos o progresso das mulheres na paridade

A covid-19 está a atrasar a paridade no poder político e a participação de mulheres em cargos de poder continua a ser reduzida.

Foto
Magdalena Andersson é a primeira primeira-ministra da Suécia Reuters/LEHTIKUVA

As Nações Unidas definiram como tema para o Dia da Mulher deste ano a “Igualdade de género hoje para um amanhã sustentável”, todavia não só faltam ainda 133 anos até que se possa atingir uma igualdade total, como a pandemia de covid-19 está a atrasar em 30 anos a evolução da paridade, diz ao PÚBLICO Mónica Ferro, recorrendo a dados do Fórum Económico Mundial.

Sugerir correcção
Ler 40 comentários