Voto obrigatório, antecipado ou electrónico, e informação massiva são armas contra a abstenção

Espanha, França, Suécia e Alemanha estão a rever o processo eleitoral para encontrar mecanismos que aumentem a participação dos eleitores. Na Bélgica o voto é obrigatório.

Foto
Em Portugal, o voto antecipado em mobilidade é possível a qualquer eleitor desde 2019 Nuno Ferreira Santos

Todos os partidos saudaram a redução da abstenção nestas legislativas antecipadas e alguns até puxaram a si os louros pelo maior interesse dos eleitores apesar das dificuldades em tempo de pandemia. Tendo em conta que PS e PSD já prometeram mexer na lei eleitoral para evitar as polémicas com o voto dos emigrantes, e que outros querem revê-la também para evitar o desperdício de votos, será desta que vão aproveitar para encontrar medidas que ajudem a diminuir a abstenção?

Sugerir correcção
Ler 67 comentários