O hífen entre Portugal e França continua em construção

Até Outubro, cabe a uma temporada cultural cruzada engendrada ao mais alto nível pelos governos dos dois países activar e robustecer uma relação cada vez mais difícil de tipificar, mas apontada como exemplo a seguir numa Europa em crise. Mas do que – e de quem – se fala afinal quando se fala de cultura portuguesa em França?

Foto
Temporada Portugal-França inaugura oficialmente este sábado

Os 480 eventos que até Outubro mobilizarão, num vaivém permanente entre Portugal e França, cerca de 500 artistas, mas também uma expansiva comunidade de pensadores, investigadores, agitadores, facilitadores e outros fazedores, são a medida oficial da operação de diplomacia cultural bilateral que este sábado se põe em marcha, com a inauguração de uma escultura concebida por Pedro Cabrita Reis para os Jardins das Tulherias, numa parceria com o Museu do Louvre, e um concerto de Maria João Pires, acompanhada pela Orquestra Gulbenkian, na Philharmonie de Paris – dois dos mais altos lugares (afrancesemos desde já, para não nos perdemos na tradução depois…) da cultura francesa.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários