Regresso do desemprego aos níveis pré-crise passa ao lado dos mais jovens

Taxa de desemprego global terminou o ano passado abaixo do nível a que se encontrava antes do início da pandemia. Mas a recuperação não se estende à taxa de desemprego entre os jovens.

Foto
Crise do turismo — com forte peso de contratos a prazo — e medidas como o layoff penalizaram os trabalhadores mais jovens Paulo Pimenta

Dois anos passados desde o início da pandemia e Portugal chega aos últimos três meses do ano com menos 0,6 pontos percentuais na taxa de desemprego e mais 93 mil pessoas com emprego. São resultados que comprovam o efeito de mitigação que medidas como o layoff simplificado tiveram nos impactos da crise no mercado de trabalho, mas que escondem a existência de perdedores em alguns sectores da sociedade, entre os quais os jovens.

Sugerir correcção
Comentar