Vodafone é o mais recente alvo da onda de ciberataques que surgiu com a pandemia

O ataque à Vodafone, que se alastrou às comunicações de vários serviços e infra-estruturas críticas, surge numa altura em que os ciberataques em Portugal estão a aumentar. A pandemia foi o ponto de partida.

Foto
A sede da Vodafone em Lisboa Pedro Maia

A Vodafone é a mais recente empresa portuguesa a ser alvo de um ataque informático, deixando profissionais do INEM, bombeiros e hospitais incapazes de receber chamadas e SMS durante a noite de segunda-feira. O Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS) já está a envolvido na mitigação do incidente, notando que “vários operadores de serviços essenciais e infra-estruturas críticas foram afectados na sua operação.”

Sugerir correcção
Ler 2 comentários