O PSD e o futuro

O futuro do PSD passa seguramente por uma nova estratégia para a acção, um novo perfil para a comunicação e uma nova rede para a interacção.

1. Os resultados do PSD nas eleições de 30 de Janeiro configuram uma séria derrota política que não deve ser tomada apenas pelo seu valor facial. Se é certo de que nada adianta chorar sobre leite derramado, é fundamental ler os sinais políticos dados pelos portugueses. Para lá da rejeição de uma governação do PSD, ocorreu uma alteração substancial da paisagem político-partidária. Há, por isso, novos desafios e novos reptos para o PSD; uma reflexão e um debate profundos a fazer. Mas há também uma agenda política que prossegue e que o PSD não pode nem deve descurar.

Sugerir correcção
Ler 51 comentários