Suécia não recua e rasga acordo com Portugal por causa do IRS dos pensionistas

Portugal não ratificou alterações a convenção fiscal negociada em 2019 e, descontente com o impasse, Estocolmo pôs fim a acordo original. Agora, vai tributar pensionistas que vivem em Portugal, até há pouco isentos de IRS.

Foto
Magdalena Andersson, a actual primeira-ministra sueca, era a ministra das Finanças quando a convenção foi denunciada TT News Agency/Marko Saavala via REUTERS

Depois de vários avisos ao Governo português, a Suécia rasgou uma convenção fiscal celebrada com Portugal que deixava Estocolmo de pés e mãos atadas em relação à possibilidade de tributar em IRS os pensionistas suecos que vivem em Portugal e que nos últimos anos têm beneficiado de uma isenção do imposto nos dois países (alguns, mais recentemente, passaram a ser tributados em Portugal com uma taxa fixa de 10%).

Sugerir correcção
Ler 105 comentários